EVITANDO BOLHAS NOS PÉS DURANTE A CORRIDA

Quem nunca enfrentou o incômodo das bolhas nos pés ao correr, seja nas ruas, nas montanhas ou em trilhas? Dependendo da gravidade, as bolhas podem atrapalhar seus objetivos e deixá-lo temporariamente afastado do seu esporte favorito.

Decidi compartilhar algumas dicas para ajudá-lo a evitar esse desconforto.

1 - Escolha o calçado apropriado para sua atividade.

É comum tentarmos "adequar" um tênis ou calçado que não é apropriado para o tipo de terreno que enfrentaremos. Isso pode funcionar ocasionalmente, mas na maioria das vezes, não é uma boa ideia. O ideal é escolher o calçado adequado para cada modalidade: tênis para corridas de rua, tênis para corridas em montanha, calçados específicos para terrenos molhados, como praias e rios, ou botas para caminhadas em trilhas desafiadoras.

2 - Preste atenção ao tamanho do calçado.

É sempre aconselhável escolher um número um pouco maior do que o habitual. Muitos brasileiros tendem a usar tênis muito apertados, acreditando que com o tempo eles se ajustarão. No entanto, para atividades esportivas, um calçado apertado pode causar atrito e levar rapidamente ao surgimento de bolhas e feridas. Durante o exercício, seus pés e pernas tendem a inchar, portanto, não se preocupe em ter um pouco de folga.

3 - Cuide da amarração do tênis.

Diferentemente do calçado casual que simplesmente enfiaríamos nos pés, a forma de amarrar o tênis para atividades esportivas é crucial. Você deve ajustar bem todas as partes do calçado, garantindo que não haja folgas em nenhum ponto. Esse é outro motivo para ter um calçado com tamanho confortável, pois a forma como você amarra o tênis faz toda a diferença. Existem diferentes técnicas de amarração de tênis que podem ser úteis, e alguns calçados vêm com sistemas de cadarço práticos, como o Quick lace, que se ajusta como uma "luva". Muitas marcas, como a Salomon, oferecem garantia permanente para esse tipo de cadarço (talvez algo que você desconheça).

4 - Priorize botas para caminhadas em montanhas, trilhas e terrenos acidentados.

Além de proporcionar conforto superior em relação aos tênis, as botas de caminhada são equipadas com solados duráveis e uma estrutura de proteção que impede que galhos, pequenas pedras e até insetos entrem no calçado. Elas também oferecem maior proteção contra animais peçonhentos.

5 - Escolha as meias corretas.

Evite meias de algodão, pois elas retêm a umidade. Prefira aquelas feitas de poliamida ou com tecnologias avançadas, como secagem ultra rápida, que estimulam a circulação sanguínea, amortecimento nos calcanhares e são sem costuras para evitar atritos. Lembre-se de que um bom equipamento tem seu preço, mas você agradecerá por ele durante a sua atividade preferida.

6 - Use produtos anti atrito.

Essa dica é valiosa. Existem produtos acessíveis que duram muito tempo e fazem uma grande diferença. Eles também podem ser aplicados em outras áreas de atrito, como virilhas, peito e axilas, onde o atrito é intenso durante atividades prolongadas, ajudando a evitar desconfortos após o exercício.

Espero que essas dicas tenham sido úteis.

Tenha ótimas trilhas e aventuras, e até a próxima!

Deixe um comentário

Todos os comentários são moderados antes de serem publicados.